Estado de Goiás

Núcleo Livre  

 

O Núcleo Livre busca estabelecer a prática da autonomia acadêmica discente na construção de saberes, tornando-o sujeito ativo da formação intelectual, de forma a superar delimitações curriculares. No Núcleo Livre, o discente escolhe as disciplinas a serem cursadas, seja em qualquer curso oferecido pela UEG ou por outras Instituições de Ensino Superior (IES), prioritariamente, públicas. Além disso, deverá cumprir atividades complementares, conforme previsto no Projeto Pedagógico de Curso (PPC).

Sobre o Núcleo Livre:

  1. O discente tem direito a cumprir créditos de Núcleo Livre dentro e fora da UEG, podendo se matricular em disciplinas de outros cursos e/ou em outros Campus da UEG e de outras IES, desde que haja disponibilidade de vagas;

  2. Caso o Campus queira oferecer disciplinas para o Núcleo Livre, elas deverão ser de matrícula livre para todos os alunos, sendo preferencialmente compostas por discentes de mais de um curso e/ou campus. A oferta de tais disciplinas poderá ser amplamente discutida entre coordenadores de cursos, colegiados de cursos e/ou CaC, considerando questões relevantes e abrangentes que poderão contribuir para o perfil profissional e humano dos discentes. Caberá a cada Campus realizar, com antecedência, a divulgação do conjunto de disciplinas a serem ministradas em cada semestre para que a oferta possa ser amplamente conhecida pelos estudantes, estimulando o exercício de escolha;

  3. O coordenador de curso é fundamental para a efetivação das prerrogativas de autonomia sugeridas pelo Núcleo Livre. Ele deve orientar e acompanhar os discentes do curso que coordena, indicando os trâmites internos relativos à mobilidade e ao cumprimento de créditos referentes a este Núcleo. Porém, caberá ao aluno optar quando, como e quando pretende cumpri-los;

  4. A carga horária correspondente do Núcleo Livre , deverá ser comprovada e computada no sistema acadêmico. Quanto às atividades complementares, o discente deverá comprovar as horas para a devida integralização da matriz ao final do curso. A Carga horária cumprida deverá ser a estabelecida na Matriz Curricular do Curso.

  5. Se os créditos forem cumpridos na própria UEG, o sistema acadêmico computará automaticamente. Quando realizados em outra IES, o aluno deverá comprovar, junto à Secretaria Acadêmica do Campus, a qual deverá computar os créditos no sistema. Os sistemas Fênix e Veritas serão adaptados para receber esses dados a partir do ano de 2016.

Como recomendação, as disciplinas, propostas pelos colegiados e/ou Campus, que poderão compor o Núcleo Livre, podem acompanhar as temáticas trabalhadas pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), responsável pela avaliação dos cursos superiores no país. Para tal, destacam-se temas como: meio ambiente, novas tecnologias, gênero, sexualidades e homofobia, mobilidade urbana, consumo consciente, políticas públicas, fundamentalismos religiosos, universo artístico, globalização das culturas, racismos, demarcação de territórios indígenas, violência social, envelhecimento da população, o papel da mídia no debate da democracia, sistemas de produção sustentável e energia renováveis, entre outros. O conjunto de debates elencados são sugestões de temáticas que respondem aos objetivos de avaliação propostos pelo ENADE e dialogam com as prerrogativas de formação humana e ampliada defendidas ao longo dos debates sobre Desenvolvimento Curricular na UEG. As disciplinas de Núcleo Livre propostas pelo Curso, serão ofertadas após decisão do colegiado de cada curso e/ou campus e poderão ser substituídas e/ou acrescidas conforme a demanda.

 

Linhas_20Azuis

 

 

 

 

BR 153 Quadra Área, Km 99, Anápolis-Goiás